Laboratório da Mig-PLUS conquista desempenho máximo em programa de controle de qualidade

Laboratório da Mig-PLUS conquista desempenho máximo em programa de controle de qualidade
Compartilhe:

A fim de conferir confiança e credibilidade nos produtos auditados pelo laboratório de Mig-PLUS, são realizados constantemente aprimoramentos em todos os processos de análise. Uma das ações para o controle da qualidade dos resultados foi a participação na 7ª edição do Ensaio de Proficiência para Laboratórios de Nutrição Animal, o EPCBO, programa interlaboratorial realizado pela Embrapa Pecuária em conjunto com a CBO Análises Laboratoriais.

O laboratório Mig-PLUS alcançou pelo terceiro ano consecutivo o índice de desempenho máximo no Ensaio de Proficiência para laboratórios de Nutrição Animal – EPCBO contemplando o espectro de matrizes que compreende a rotina do laboratório que são: Forrageiras (capim-napier), leite em pó, farelo de soja, óleo, milho e fosfato, no âmbito que abrange ensaios bromatológicos via úmida, via NIRS e micotoxinas (kit).

De acordo com a química industrial, responsável técnica do laboratório da Mig-PLUS, Maria Cristina Dallazen, “no setor de nutrição animal, o EPCBO é o único programa que temos no âmbito nacional. Com a aprovação de todas as análises, comprovamos a precisão e a eficiência do laboratório, aferindo qualidade na matéria-prima e nos produtos finais entregues aos nossos clientes”.

Dentre os benefícios da participação neste ensaio de proficiência, está a avaliação externa e independente das amostras, comparação de resultados com outros laboratórios e também subsídios para melhorias nos procedimentos, reforçando a qualidade dos produtos.

Mensalmente são realizadas em média de 5.000-6.000 análises de matéria-prima e produtos acabados com objetivo de garantir a segurança alimentar de toda cadeia de produção. O rigor técnico e a agilidade nos resultados são características do laboratório, que conta com modernos equipamentos e uma excelente estrutura técnica, física e operacional.

A Mig-PLUS também compõe a Comissão Técnica de Métodos Analíticos do Compêndio Brasileiro de Alimentação Animal responsável pela próxima edição do mesmo, que hoje é utilizado como referência no ramo de Nutrição Animal. O Sindirações é o responsável pelos tramites legais a fim de tornar o Compêndio Brasileiro de Alimentação Animal em um manual normalizado e aceito no âmbito Internacional.